Visitantes

segunda-feira, maio 16, 2011

Balanço de Abril: Tribos sem Terra - Juventude 2.0!


Durante o mês de abril - além da preparação realizada em março -, fiz a curadoria do módulo Tribos sem Terra- Juventude 2.0 pelo CPFL Cultura. Nesse projeto, mediei os três primeiros programas e apresentei o quarto, além de apresentar trechos de diversas canções relacionadas ao tema.
Foram incríveis encontros com pessoas igualmente notáveis e que fizeram, a partir de uma discussão sobre música popular brasileira, uma linda reflexão sobre o conceito de juventude hoje a ao longo de nossos tempos.



 



Os 4 encontros
(links para os videos abaixo)


LUIZ TATIT
O primeiro encontro se deu com o linguista e músico Luiz Tatit, autor da teoria da canção no Brasil, e discutimos a canção no universo contemporâneo e a invenção de novas linguas e linguagens entre as novas gerações. Toquei "Esses Moços, Pobres Moços" de Lupiscínio Rodriguez e minha música "Não me Amola". E, ao final, Tatit ainda nos brindou com sua canção Capitu, um paralelo entre a conhecida personagem de Machadoe de Assis e a Internet:
http://www.cpflcultura.com.br/site/2011/04/01/o-corpo-coletivo-e-a-morte-da-cancao-%e2%80%93-luiz-tatit-e-fernando-chui/

ZUZA HOMEM DE MELLO
Tive o privilégio de conversar no dia 8 de abril com o crítico e jornalista Zuza Homem de Mello sobre a questão da política na música popular brasileira. Apresentei trechos de "Cálice" de Chico e Gil, "Ideologia" de Cazuza e ainda, ao final, minha música "Tubaína". Foi o testemunho singular de Zuza e sua reflexão contestadora:
http://www.cpflcultura.com.br/site/2011/04/08/ideologia-quem-quer-uma-pra-viver-%e2%80%93-zuza-homem-de-mello-fernando-chui-e-hamer-palhares-2/

HAMER PALHARES
O terceiro encontro se deu com a participação do co-curador do módulo, o psquiatra Hamer Palhares e discutimos rituais jovens, drogas e interatividade. Ele definiu belamente a juventude em três verbos: surgir, in-surgir e ressurgir e passeamos dos rituais de formação indigenas à história das tribos urbanas.Uma abertura com "Comida" dos Titãs, além de trechos de "Tempo Perdido" de Renato Russo e minha canção "Tsunami".
http://www.cpflcultura.com.br/site/2011/04/15/do-botequim-as-raves-%e2%80%93-festas-drogas-e-outras-redes-sociais-%e2%80%93-fernando-chui-e-hamer-palhares-2/

PEDRO ALEXANDRE SANCHEZ
O último encontro, que apresentei com a canção "Se Você Jurar" de Ismael Silva, foi a palestra-solo do escritor e jornalista Pedro Alexandre Sanchez, em que conversou sobre a história do amor e do sexo na música brasileira em uma demonstração sobre a moral e a emancipação feminina no campo da canção brasileira.
http://www.cpflcultura.com.br/site/2011/05/01/musica-amor-erotismo-em-tempos-de-hiperconectividade-%e2%80%93-pedro-alexandre-sanches-fernando-chui-e-hamer-palhares-2/

Discutir a juventude é discutir o nosso tempo e o encontro em si.
Que tempo bom foi esse. Que encontros!
Foram dois meses intensos de pesquisa, diálogo e reflexão e toda a realização me deixou muito feliz. Agradeço ao CPFL Cultura novamente, Augusto, Giancarlo, Mario, Marta, Barbara, Graziela, Thiago, todos ali que abraçaram o projeto e propiciaram esse momento tão rico e belo de história, crítica e estética.

Beijos a todos,
Chuí

10 comentários:

Anônimo disse...

Menezes disse:

"Tremendo balanço!"

Com perdão da ressonância entre tremer e balançar...

Anônimo disse...

Fer,
Parabéns pelo projeto. E que tenhamos outros, hein?
Beijos

Lu

Rita disse...

Demais os cafés! parabéns, chuí

Anônimo disse...

Foi um grande trabalho, Fernando!
abraço,
Gil

Aline Zanin disse...

Parabéns Fernando!

Gostei muito dos programas.

Abs,

Fernando Chuí disse...

Obrigado, Aline, um beijo!

br.modigliani disse...

Sensacional seu blog!

Acompanho seu trabalho desde a impressionante entrevista com Hames Palhares sobre psicoldelia.

Continue com seu projeto!
Bruno Modigliani
Santos/SP

br.modigliani disse...

Ops, psicodelia e rock'n'roll.

Abraços e continue nos brindando com o projeto junto à CPFL Cultuta.

Fernando Chuí disse...

Olá, Bruno, td bom?
Obrigado pelas palavras, volte sempre1
Depois deixe email para retorno.
Abs,
Chuí

Anônimo disse...

Prezado Fernando,

Ocorreu algum problema na página da CPFL Cultura? Não consigo acesso à maioria das entrevistas do Café Filosófico! Sorte que já havia assistido a vários deles...

De qualquer forma, novamente o parabenizo pelo trabalho.

Se houver novas sessões do Café Filosófico (ou programação similar), agradeceria a comunicação: br.modigliani@hotmail.com

Muito obrigado,
Bruno Modigliani
Santos/SP