Visitantes

segunda-feira, janeiro 22, 2007

O Homem e a Luz


Você está vendo aquela cidade tão bela?
Sua vista iluminada e deslumbrante
esconde uma história cruel.
Será que você já foi até a ponte e viu a lua inacreditável
que submerge pintura impressionista
sobre o rio poluído?
Sobrevoa nesse instante um crime hediondo.
Quem sabe você foi a um monumento ou mirante
e pôde constatar a perfeição da sua arquitetura
em cores brilhantes
do ocre ao verde azulado?
O que se vê é uma mulher sem alma.
Note que, bem à sua frente,
a feiúra desmente os olhos e,
no esgoto que vaza
pelos poros abertos da avenida,
a fome, a solidão, o descaso, a sujeira
e toda a sorte de dores urbanas
diluem em poucos segundos
uma fragrância de lírios orientais.
Ninguém saberá dela.
Todavia, ela é a mágica contra bruxaria.
O mundo se move
e os vinte e cinco milhões de células olfativas que você possui
só percebem esse único odor,
movendo-se no espaço ao redor de si
como uma nave espacial.

(Fiz este desenho hoje. Goya, Miró, Frank Miller, Picasso, Escher, Gaudi e Will Eisner me convenceram que neste ano preciso fazer uma "graphic novel". Desejo um ano pleno de alegria, saúde, serenidade e coragem a todos que embarcaram nesta nave ou nau chamada 2007...)

6 comentários:

Jesus disse...

Muito bacana essa passagem do Homem e a Luz Chuí!!
Simples, direta, profunda e realista.
Parabéns e que a luz esteja com todos nós!
Abraços
Jesus

Yone disse...

Oi Chuí,

Você como sempre, sensível e vendo luz em meio à agonia. Parabéns. Foi bom te rever. Beijo,

Yone

rafa disse...

"O que sobrou bicho come, o que se vê não tem nome. Se é obra de Deus, ninguém assina..."
É 'Tubaína'; não há Cajuína q des-faça esse gosto.
E nem mesmo a cachaça esconde esse desgosto!

Beijo, Chuí!!!

marcia disse...

Fer,
é a cara de Paris e de todas as lindas cidades grandes do mundo, pomposas, turísticas, cheias de humnaidade e, como tal, de miséria. Novalis, poeta do primeiro romantismo alemão dizia que a beleza é o véu que oculta o caos. A vida é a tensão entre o mágico e o miserável. Adorei o desenho também!

menezes disse...

Viva então a magia do perfume, para que o bom desejo ganhe corpo e ainda seja possível sonhar com ser feliz.

Fernando Chuí disse...

Viva!